Categoria ?
Productivity, social expenditure and income distribution in Latin America
Mario Cimoli, Gabriel Porcile, Antonio Martins Neto e Fernando Sossdorf

 Este artigo discute o papel das instituições e das mudanças estruturais sobre a desigualdade de renda. Argumenta-se que enquanto o gasto social e a transferência de renda são fatores crucias à melhora da distribuição de renda, a continuidade desse processo depende de mudanças estruturais. A importância relativa dessas variáveis em diferentes países é avaliada e uma tipologia é sugerida.  Argumenta-se que os países mais igualitários combinam instituições em favor da redistribuição e estruturas produtivas intensivas em conhecimento. Na América Latina, instituições e estrutura produtiva falham em promover a igualdade, o que explica seus elevados níveis de desigualdade. Baseado em uma amostra de países em desenvolvimento e desenvolvidos para o período 1990-2010, este artigo apresenta evidência empírica que suporta este argumento. Instituições que favorecem a distribuição são medidas pelo gasto social como uma porcentagem do PIB, enquanto o papel da estrutura produtiva é medido por indicadores de intensidade tecnológica e pela evolução da produtividade do trabalho. A intensidade tecnológica, por sua vez, é capturada por dois indicadores: o Índice de Complexidade Econômica e o Índice de Intensidade Tecnológica da CEPAL.

This paper discusses the role of institutions and structural change in shaping income inequality. It is argued that while social expenditure and direct redistribution are crucial for improving income distribution, sustainable equality requires structural change. The relative importance of these variables in different countries is analyzed and a typology suggested. It is argued that the most equal countries in the world combine strong institutions in favor of redistribution and knowledge-intensive production structures that sustain growth and employment in the long run. Both institutions and the production structure in Latin America fail to foster equality and this explains its extremely high levels of inequality. The paper presents empirical evidence that supports this view, based on a sample of developed and developing countries for the period 1990-2010. Institutions for redistribution are captured through social expenditures as a percentage of GDP, while the role of structural change is captured by indicators of the technological intensity of production and the evolution of labor productivity. The technological intensity of the production structure is proxied through two indicators, the Economic Complexity Index and the ECLAC Index of Technological Intensity.
 

 


 
   
The two forms of capitalism: developmentalism and economic liberalism
Luiz Carlos Bresser-Pereira

 Este artigo argumenta que o Estado e o mercado são as principais instituições que regulam o capitalismo e, consequentemente, que a forma de organização econômica e política do capitalismo ou é desenvolvimentista ou é liberal. O artigo define Estado desenvolvimentista, o relaciona com a formação de uma coalizão de classe desenvolvimentista, e assinala que o capitalismo nasceu desenvolvimentista no mercantilismo, tornou-se liberal no século XIX e, depois de 1929, tornou-se novamente desenvolvimentista, mas agora democrático e social. Todas as revoluções industriais e capitalistas ocorreram no quadro do desenvolvimentismo, onde o Estado coordena o setor não competitivo da economia e os cinco preços macroeconômicos (que o mercado é incapaz de tornar “certos”), enquanto o mercado coordena o setor competitivo. Na década de 1970, uma crise abriu espaço para uma forma de capitalismo neoliberal ou financeiro-rentista. Desde a crise financeira global de 2008, a hegemonia neoliberal chegou ao fim e, a partir de então, estamos passando por um período de transição.

 This paper argues that the state and the market are the main institutions regulating capitalism, and, correspondingly, that the form of the economic and political coordination of capitalism will be either developmental or liberal. It defines the developmental state, relates it to the formation of a developmental class coalition, and notes that capitalism was born developmental in its mercantilist phase, turned liberal in the nineteenth century, and, after 1929, became once again developmental, but, now, democratic and progressive. All industrial and capitalist revolutions took place within the framework of developmentalism, whereby the state coordinates the non-competitive sector of the economy and the five macroeconomic prices (which the market is unable to make “right”), while the market coordinates the competitive sector. In the 1970s, a crisis opened the way for a short-lived and reactionary form of capitalism, neoliberalism or rentier-financier capitalism. Since the 2008 Global Financial Crisis, the neoliberal hegemony has come to an end, and we are now experiencing a period of transition.


 
   
Brasil: O custo do atraso no equacionamento da questão fiscal
Rubens Penha Cysne e Carlos Thadeu de Freitas

 Na situação atual do Brasil, a relação entre a dívida pública e o PIB se eleva não apenas devido à diferença fortemente positiva entre o juro real e o crescimento do produto, mas também devido a um superávit primário negativo e elevado. Isto posto, o ajuste necessário para trazer a relação dívida líquida/PIB a uma condição de sustentabilidade de longo prazo se torna cada dia mais difícil, em função do crescimento da dívida. Este trabalho explicita a metodologia e calcula, para diferentes cenários, trimestre a trimestre, até o prazo de dois anos e meio contados a partir de junho de 2016, o custo de se atrasar o ajuste fiscal. Tal custo se mede pela redução do déficit primário adicional àquela que precisaria ser feita, caso o ajuste tivesse se dado em meados de 2016. Dependendo do cenário e se a dívida considerada é a bruta ou a líquida, o custo de um ano de atraso pode variar entre 0,14% e 0,67% do PIB. O custo anual pode ainda se situar acima de 0,67% do PIB se, a partir de meados de 2016, o juro real médio periódico superar 6,6% ao ano, e/ou o produto crescer abaixo de -1,6% ao ano.

 In the present situation, the debt/GDP ratio in Brazil is increasing both due to the payment of interests and to a positive primary deficit. The later the fiscal adjustment is done, the higher must be the reduction of the primary deficit to attain long-run debt sustainability. This work makes the deduction of the cost of delay explicit and uses it to derive some data concerning the present Brazilian case. It considers three different scenarios and a two-and-a-half year period starting in June of 2016. The cost of delaying the adjustment is measured in terms of the additional reduction of the primary deficit relative to that which would have been necessary had the sustainability condition been met in June of 2016. Depending upon the scenario and on the concept of debt, a one year delay may demand between 0,14% and 0,67% of GDP of additional reduction of the primary deficit. The inertia may also lead to more uncomfortable figures, in case the average (logarithmic) yearly periodic real interest rate as of June 2016 exceeds 6,6%. Or if average GDP yearly growth is lower than -1,6% in the period considered.



 
   
Empiricism in Herbert Simon: “Administrative Behavior” within the evolution of the Models of Bounded and Procedural Rationality
Alejandro Hortal

 Este artigo contextualiza o livro de Simon, Comportamento Administrativo, na evolução de suas ideias argumentando que o elemento comum que une este livro com o resto do trabalho de Simon não é a crítica da abordagem clássica, mas uma estrutura epistemológica, com base em uma metodologia empírica. Este empiricismo é o elemento que permaneceu constante durante sua carreira e levou-o a introduzir fatores psicológicos ao explicar o comportamento dos agentes econômicos sob seus modelos de racionalidade limitada e processual.

 This paper contextualizes Simon’s book, Administrative Behavior, within the evolution of his ideas arguing, contrary to what some have posited, that the common element that unites this book with the rest of Simon’s work is not the criticism of the classical approach, but an epistemological frame, based on an empirical methodology. This empiricism is the element that remained constant during his career and led him to introduce psychological factors when explaining the behavior of economic agents under his models of bounded and procedural rationality.


 
   
The impacts of the early 20th century physics and mathematics crisis on contemporary economics discourse
Mauricio Martinelli Silva Luperi

 Por meio da discussão de vários autores sobre o processo de matematização da economia, procuramos esclarecer o progresso deste processo no mundo. Mirowski (1991) analisa esse fenômeno e acha que ele começou mais fortemente a partir de 1925. No entanto, ele não mostra em seu artigo como a matemática e a física qualitativamente impactaram a economia. Este é o objetivo principal deste artigo: descrever, de maneira sistemática, como a matemática e a física influenciaram a constituição da economia, culminando na adoção do equilíbrio geral como meta-teoria e a generalização do método hipotético-dedutivo.

 Through discussion of several authors, dealing with the process of mathematicization of the economy, we seek to clarify the progress of this process in the world. Mirowski (1991) analyzes this phenomenon and finds that it began more strongly from 1925. However, he does not show in his article as mathematics and physics qualitatively influenced the economy. This is our primary goal in this paper: an account, in a systematic way, of how mathematics and physics have influenced constitution of economics, culminating in the adoption of general equilibrium as metatheory and the generalization of the hypothetical-method deductive.


 
   
Underdevelopment in contemporary world: is structuralism still relevant?
Ademir Pedro Vilaça Junior

 Este artigo pretende evidenciar que as concepções cepalinas originais ainda são muito relevantes para compreender o crescimento de países subdesenvolvidos e sua inserção nas cadeias globais de valor. É um trabalho teórico que busca avançar no constructo teórico do estruturalismo ao introduzir elementos de distintas abordagens econômicas para estabelecer um nexo teórico para a compreensão da dinâmica de acumulação de capital na periferia. Considerando a relevância da cumulatividade tecnológica, seus impactos sobre a estrutura produtiva e sobre a inserção internacional, procuramos analisar os fatores que perpetuam a divergência de renda em relação ao centro. Sob esta perspectiva, concluímos que as particularidades das economias periféricas modificaram a sua forma de manifestação sem efetivamente superar a relação de dependência frente ao centro.

 This paper intends to evaluate if the Latin American structuralist approach is still relevant to understand capital accumulation dynamics of peripheral countries and their insertion in the global value chains. It’s a theoretical paper that strives to improve the building blocks of structuralism with the incorporation of elements from different approaches to establish a nexus to understand capital accumulation dynamics in the periphery. Considering the relevance of technological accumulation, its impacts over the productive structure and over the international insertion, we strive to analyze factors that perpetuate income diversion in relation to the center. Under this perspective, we conclude that the particularities of peripheral economies changed their form of manifestation without effectively overcome the dependence relation.

 

 
   
The dynamic intensity of CO2 emissions: empirical evidence for the 20th century
Guilherme irffi e Diego Carneiro

 A relação entre crescimento econômico e degradação ambiental (poluição) tem sido amplamente investigada por acadêmicos, principalmente, em virtude da constatação de que fatores antrópicos podem influir no clima global. O mecanismo pelo qual isso acontece, o dito efeito estufa, está diretamente relacionado ao acúmulo de certos gases na atmosfera, sendo o principal deles o dióxido de carbono, oriundos da atividade produtiva. Assim, o presente trabalho pretende estimar a taxa a qual a intensidade de emissão, razão entre o nível de emissões de CO2 e o PIB, vem crescendo desde o início do século XX para um grupo de 24 países. Os resultados mostraram que Inglaterra e Estados Unidos possuem tendência negativa da intensidade de emissão, ao contrário do que foi observado para a Índia. Testou-se também a presença de mudanças estruturais, que se mostraram presentes coincidindo com a Primeira Guerra Mundial (1914 a 1918), a Grande Depressão dos anos de 1930 e os Choques do Petróleo da década de 1970. A partir das análises dos resultados, pode-se dizer que os países desenvolvidos são menos intensivos em emissão, ou seja, é evidente o papel da tecnologia como instrumento de redução da intensidade de emissão global.

 The debate around the economic growth and environmental degradation is the hot topic among academics. However, up to a point, all of them embrace the uncontroversial view that tells us that anthropic factors have leverage on global climate. It happens that the so-called greenhouse effect is closely related to the accumulation of certain gases in the atmosphere, e.g, carbon dioxide, whose original source comes from productive sectors. Thus, our purpose in this article is to estimate the rate of emission intensity – here we mean the ratio between CO2 emissions and GDP – which has increased since the early part of the 20th century. To support that idea, this study reports on data from 24 different countries. In terms of C02 emission, the results undoubtedly show that United Kingdom and the United States highlight a negative picture, particularly when both are compared to India. It should be noted the presence of structural changes, which coincide with three major historical events: the World War I (1914-1918), the Great Depression in the 1930s, and finally the Oil-price shocks in the 1970s. As the result of the analysis demonstrates, the amount of emission produced by developing countries is surprisingly low. That the technology reveals its relative merit for reducing the overall emission intensity is transparently obvious.
 


 
   
The political economy of reforms and the present Chinese transition
Elias Jabbour e Alexis Dantas

 O objetivo deste artigo é demonstrar, partindo de uma visão de conjunto das reformas econômicas chinesas, que o surgimento de um largo setor privado e a própria sofisticação e diversificação da manufatura tem demandado continua reorganização de atividades entre os setores estatal e privado da economia. Neste artigo sustentamos que o Estado passou a caber maior protagonismo nas esferas que envolvem o controle da grande indústria e da grande finança, assim como no nível da coordenação e socialização do investimento pela via do comando sobre as políticas econômica, monetária e fiscal, do comércio exterior e, principalmente, ao lançamento de novas e superiores formas de planificação econômica.

 The main aim of this paper is to demonstrate, through a review of China's economic reforms, that the emergence of a large private sector and the increased sophistication and diversification of industry has required the continual reorganization of activities between the state and private sectors of the economy. We argue in this paper that the state began to play a major role in important industries and in big finance, as well as in the coordination and socialization of investment, such as economic policy (monetary and fiscal), foreign trade and, especially, the launch of new and higher forms of economic planning.

 

 
   
Dinâmica recente da inflação brasileira em ambientes distintos de expectativas forward-looking
Elano Ferreira de Araújo, Maria Thalita Arruda Oliveira e Ivan Castelar

 Este estudo analisa como a inflação brasileira recente responde aos ciclos econômicos e ao seu componente inercial considerando ambientes distintos de expectativas forward-looking no arcabouço da Curva de Phillips Novo Keynesiana Híbrida (CPNKH). Para tal, faz-se uso de informações mensais entre janeiro de 2002 e agosto de 2015 e estimações de GMM-HAC da CPNKH. Os resultados sugerem que a inflação brasileira ainda possui um forte componente inercial e que, em um ambiente de menor previsibilidade dos agentes, a inflação se mostra mais sensível às oscilações cíclicas da atividade econômica. Por fim, observou-se um repasse cambial positivo e significante para a inflação brasileira.

 This work analyzes how the recent Brazilian inflation responds to economic cycles and its inertial component considering different environments of forward-looking expectations in the framework of the Hybrid New Keynesian Phillips Curve (HNKPC). To do this, use is made of monthly data from January 2002 to August 2015 and GMM-HAC estimates of the HNKPC. The results suggest that Brazilian inflation still has a strong inertial component and that in an environment of lower predictability of economic agents, inflation seems to be more sensitive to cyclical fluctuations in economic activity. Finally, It was observed a positive and significant pass-through exchange rate to inflation in Brazil. 

 

 
   
Desmembramento de municípios: impactos sobre as eleições legislativas municipais
Enlinson Mattos e Lucas Garcez

  O artigo avalia os efeitos da divisão de municípios sobre as eleições na composição nas câmaras legislativas municipais, onde buscamos identificar a hipótese de “gerrymandering”, ou seja, alteração da composição do poder nestes municípios envolvidos com o desmembramento. Nossos resultados sugerem (i) haver impacto positivo do desmembramento sobre a concentração de cadeiras em poucos partidos na câmara dos vereadores dos municípios brasileiros nos municípios de origem e (ii) redução de participação na câmara do município de origem dos partidos minoritários concomitantemente a um aumento de concentração na câmara dos novos municípios destes partidos.  

  This paper studies the effects of municipalities’ dismemberment over city council elections in Brazil. Theoretical models suggest that dismemberment may alter election outcomes, working as a gerrymandering instrument. The empirical evidence found suggests the same


 
   
Regional distribution of the National System of Innovation actors and economic development: an international comparison
Ulisses Pereira dos Santos

 Acredita-se que os atores do Sistema Nacional de Inovação (NSI) influenciam e são influenciados por aspectos regionais, como a localização geográfica. Pautado nessa perspectiva, a performance científica, tecnológica e econômica de divisões subnacionais em nove países, desenvolvidos e subdesenvolvidos, é analisada neste trabalho. O objetivo é avaliar a hipótese de existência de maior concentração regional dos entes do NSI em países subdesenvolvidos. Os resultados sugerem que esta hipótese pode estar correta, dado que as atividades de C,T&I tendem a apresentar maior concentração regional nas regiões mais ricas dos países subdesenvolvidos aqui avaliados, em oposição ao que ocorre nos países desenvolvidos.

 It is believed that actors of the National System of Innovation (NSI) influence and are influenced by regional aspects, like geographical allocation. Based on this perspective the scientific, technological and economical performances in sub-national divisions of nine developed and developing countries are analyzed in this paper. The aim is to evaluate the hypothesis on the existence of higher regional concentration of NSI actors in developing countries. The results suggest that this hypothesis may be correct, since S,T&I activities are more likely to be regionally concentrated in the richest regions in the developing countries analyzed, opposing what happens in developed countries.

 

 
   
The impact of the Chinese exchange policy on foreign trade with the European Union
Ana Cardoso e António Portugal Duarte

 O objetivo deste artigo é analisar o impacto da política cambial chinesa sobre o comércio exterior com a União Europeia. Depois de descrever a importância da taxa de câmbio em uma economia aberta e algumas das metodologias empregadas para calcular seu valor de equilíbrio, examinamos se a competitividade chinesa se deve à existência de desalinhamento de sua taxa de câmbio, ou melhor, a outras fontes de competitividade. Para isso, utilizamos um modelo de Vetor de Correção de Erro (VEC) para estimar uma equação de exportações de longo prazo. Os resultados empíricos indicam que, nos últimos anos, as exportações chinesas se beneficiaram de uma vantagem competitiva "injusta" resultante da manipulação do seu valor cambial.

 The aim of this paper is to analyze the impact of the Chinese foreign exchange policy on foreign trade with the European Union. After describing the importance of the exchange rate in an open economy and some of the methodologies employed to calculate its equilibrium value, we examine whether the Chinese competitiveness is due to the existence of misalignment (undervaluation) of its exchange rate, or rather, to other sources of competitiveness. For this purpose, we use a Vector Error Correction (VEC) model to estimate a long-run exports equation. The empirical results indicate that over the past few years, Chinese exports have benefited from an ‘unfair’ competitive advantage resulting from the manipulation of its currency value.

 

 
   
Economic growth and structural change in a multi-sector and multilateral approach to balance-of-payments constrained growth
Ricardo Azevedo Araújo, Mateus Silva de Paiva, Júlio Fernando Costa Santos e Guilherme Jonas Costa da Silva

 Este artigo tem por objetivo desenvolver um modelo multissetorial e multilateral de crescimento restrito pelo balanço de pagamentos. Para tanto, utiliza-se como base os modelos propostos por Araujo e Lima (2007) e Nell (2003). Além disso, o artigo apresenta algumas simulações computacionais a fim de ilustrar como a mudança estrutural no sentido de Pasinetti-Kaldor (1993) afeta o crescimento econômico de longo prazo. Essa contribuição torna-se relevante por tornar viável a identificação de quais os setores e parceiros comerciais que mais contribuem para o crescimento de longo prazo da economia doméstica, bem como propor políticas econômicas e industriais que melhorem as relações comerciais e a competitividade da economia.

 This study aims to develop a multi-sector and multilateral model of balance-of-payments constrained growth. As a starting point, we adopted the models proposed by Araujo and Lima (2007) and Nell (2003). The paper also presents computer simulations to test how structural changes in the Pasinetti-Kaldor sense affect long-term economic growth. This approach is relevant insofar as it enables the identification of sectors and trading partners that contribute the most to long-term growth, as well as proposing economic and industrial policies that improve trade relations and economic competitiveness.


 
 
     
 
     
     
 
The Brazilian Journal of Political Economy counts with the support of the following corporations:
 
   
   
Copyright © 2017
Revista de Economia Política - ISSN 1809-4538
Rua Araripina, 106 - 05603-030 - São Paulo - Brazil