Renda da terra e o espaço urbano capitalista contemporâneo
Renan Pereira Almeida e Roberto Luís de Melo Monte-Mór

 Este trabalho visa expor e discutir quais correntes do pensamento econômico são capazes de apresentar formulações que dialoguem com a conformação espacial das cidades no capitalismo contemporâneo. Para isso, parte-se de uma apresentação dos pressupostos de um modelo neoclássico tradicional de Economia Urbana, seguido da apreciação crítica desse modelo. A partir dessa crítica, expõem-se as diversas visões das escolas de pensamento econômico em relação ao conceito de renda da terra, o qual é entendido como uma categoria de análise ainda útil para se entender tal estrutura espacial, bem como são fundamentais as considerações sobre as particularidades do urbano.

 This paper aims to expose and discuss which schools of economic thought are able of presenting formulations that dialogue with the spatial conformation of cities in contemporary capitalism. For this, it is based on a presentation of the assumptions of a traditional Neoclassical model of Urban Economics, followed by a critical appreciation of this model. From this critique, different views of the schools of economic thought are exposed in relation to the concept of land rent, which is understood as a category of analysis still useful to understand such a spatial structure, as well as the considerations about the particularities of the urban.


Vol.37, n.o2(147), 2017
 
         
 
     
     
 
The Brazilian Journal of Political Economy counts with the support of the following corporations:
 
   
   
Copyright © 2017
Revista de Economia Política - ISSN 1809-4538
Rua Araripina, 106 - 05603-030 - São Paulo - Brazil